A Presença de Jesus nos Une à Sua Missão

A Presença de Jesus nos Une à Sua Missão. Que modo maravilhoso de concluir um evangelho. A história do Deus que desceu dos céus à terra conclui com a garantia: “E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” (Mateus 28.20). Embora Jesus estivesse prestes à ascender, Mateus deseja que ouçamos que a proximidade da encarnação de Cristo continua. Ele, que é Emanuel, Deus conosco, promete viver à altura do seu nome. Jesus em breve retornaria aos céus, enquanto seus discípulos saíam pelo mundo na missão do evangelho. Mas eles não estariam seguindo caminhos separados. Jesus e seus irmãos não poderiam ser apartados pela distância entre o reino do mundo e o reino dos céus. Como poderia ser isto?

A Presença de Jesus nos Une à Sua Missão

Que modo maravilhoso de concluir um evangelho. A história do Deus que desceu dos céus à terra conclui com a garantia: “E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” (Mateus 28.20). Embora Jesus estivesse prestes à ascender, Mateus deseja que ouçamos que a proximidade da encarnação de Cristo continua. Ele, que é Emanuel, Deus conosco, promete viver à altura do seu nome. Jesus em breve retornaria aos céus, enquanto seus discípulos saíam pelo mundo na missão do evangelho. Mas eles não estariam seguindo caminhos separados. Jesus e seus irmãos não poderiam ser apartados pela distância entre o reino do mundo e o reino dos céus. Como poderia ser isto?

As instruções missionárias de Jesus podem ser corretamente traduzidas: “batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” (28.19). Isso nos fornece uma compreensão significativa da conversão e do sinal e selo do batismo. Nossas vidas são realocadas quando somos unidos a Jesus pelo Espírito, por meio da fé. Nós somos colocados em Jesus. Assim, agora, nossa vida está “oculta juntamente com Cristo, em Deus” (Colossenses 3.3). Paulo escreve de modo enérgico acerca dessa realidade ao afirmar que o Pai “Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor” (1.13). É como se Deus enviasse um caminhão em velocidade para nos tirar da vizinhança desagradável, maligna e arruinada do pecado para as espaçosas ruas da liberdade em Cristo. Pedro o descreve como Deus nos chamando “das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pedro 2.9). O próprio Jesus exprime essa mudança de endereço da vida de um modo ainda mais místico: “Naquele dia, vós conhecereis que eu estou em meu Pai, e vós, em mim, e eu, em vós.” (João 14.20). Esses versículos dão alguma textura à frase que Paulo usa com tanta frequência: nós agora estamos em Cristo.

Jesus está conosco todos os dias porque é em Jesus que eu vivo. Os crentes estão de uma vez para sempre unidos a ele. Jesus retornou aos céus e, espiritualmente, nos levou consigo. Que mistério! “E estando nós mortos em nossos delitos, [Deus] nos deu vida juntamente com Cristo […] e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus” (Efésios 2.5-6). Sim, isso é uma realidade espiritual agora, assim como o meu corpo tão obviamente permanece aqui no chão. Um dia, é claro, a união será completada ao recebermos nossos corpos ressurretos, para que estejamos eternamente em comunhão imediata com Jesus e uns com os outros.

[box type=”shadow” ]ARTIGO COMPLETO – Veja o restante do desenvolvimento e a conclusão desse artigo: Clique Aqui para ler artigo completo[/box]

jesus

 

Baixe o eBook Gratuito "Crer é Também Pensar".

John Robert Walmsley Stott,  foi um pastor e teólogo anglicano britânico, conhecido como um dos grandes nomes mundiais evangélicos.

Thiago Aguiar

Thiago Aguiar, Casado com Juliana Aguiar, Cristão, Salvo por Jesus Cristo, Ministro do Evangelho, Bacharel em Teologia, Técnico em Segurança do Trabalho, Empreendedor Digital, Blogueiro, Serve na Igreja Missão Evangélica Pentecostal do Brasil, em Natal/RN.

Website: https://thiagoaguiar.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *